FPV - Federação Paulista de VolleyBall

CAMPEONATO PAULISTA DIVISÃO ESPECIAL


Equipe bauruense perdeu por 3 sets a 1 e deixa Estadual; time agora foca preparação para Superliga




Fonte: Marcelo Ferrazoli - Assessoria Vôlei Bauru

Bauru (SP) - O Vôlei Bauru foi superado pelo Vôlei Nestlé/Osasco por 3 sets a 1 (parciais de 25/21, 25/22, 19/25 e 25/19 ) neste sábado, no Ginásio José Liberatti, no segundo duelo das semifinais e está eliminado do Campeonato Paulista 2017. Já o time osasquense, além de manter incrível invencibilidade de 23 partidas em seus domínios, segue para sua sétima final consecutiva de Estadual para enfrentar o Hinode/Barueri e tentar seu sexto título seguido, ampliando sua hegemonia na competição que já conquistou 14 vezes - é o maior campeão do Estado.

As finais do Paulista 2017 serão disputadas nos próximos dias 9, às 21h30, em Barueri, e 13, às 18h30, em Osasco, no mesmo sistema das quartas de final e semifinais: em duas partidas, com o campeão sendo definido no golden set ( set extra único de 25 pontos realizado logo após a segunda partida) em caso de uma vitória para cada equipe nos duelos.

Já o Vôlei Bauru focará agora sua preparação para a Superliga 2017-2018, competição em que estreará no próximo dia 17, às 19h30, diante do Pinheiros, em São Paulo. O primeiro duelo em casa pelo Nacional será contra o Fluminense no dia 20, às 19h, no Ginásio Panela de Pressão.



O jogo

O Vôlei Bauru começou o jogo com Juma, Dayse, Paula Pequeno, Palacio, Angelica, Valquiria e Arlene. O primeiro set foi muito equilibrado, mas o número de erros bauruenses acabou sendo decisivo para Osasco ganhar a parcial. O Vôlei Bauru abriu dois pontos de vantagem no início, mas o Osasco se recuperou e, se aproveitando de erros do Vôlei Bauru, abriu cinco à frente chegando aos 12 a 7 e fazendo o técnico Fernando Bonatto pedir tempo. No reinício a equipe bauruense melhora e diminui para apenas dois pontos com 14 a 12, obrigando Spencer Lee, treinador do Osasco, a parar o jogo. As osasquenses voltam melhor e ampliam para quatro pontos, chegando a 20 a 16 e Bonatto parando novamente o duelo. O Vôlei Bauru reage e encosta em 20 a 19, com Spencer Lee pedindo tempo, mas Osasco não se abala, mantém o ritmo e fecha a parcial em 25 a 21.

No segundo set Osasco começa melhor, abre 5 a 1 e Bonatto para o jogo. O Vôlei Bauru se reequilibra e empata o placar ao chegar em 7 a 7. O jogo segue bastante equilibrado até o time bauruense conseguir passar à frente em 15 a 14 e Spencer Lee pedir tempo. O equilíbrio se mantém, mas Osasco abre dois pontos em 21 a 19 e Bonatto para o jogo. O Osasco sustenta a vantagem e fecha a parcial em 25 a 22.

O terceiro set também foi bastante equilibrado desde o início, mas o Vôlei Bauru, aproveitando momentos de instabilidade do Osasco e com grande atuação da ponteira Palacio, abriu quatro pontos de vantagem no 17 a 13, fazendo Spencer Lee parar o jogo. O time bauruense chegou a ampliar para 20 a 15, mas o Osasco reage e reduz para apenas dois pontos com 21 a 19. O Vôlei Bauru não se abala, volta a aumentar a vantagem e fecha a parcial em 25 a 19 com ataque de Palacio.

No quarto set o Osasco inicia mais consistente, abre 9 a 5 e Bonatto para o jogo. No reinício o time osasquense prossegue melhor no duelo, errando muito pouco e forte no ataque com Tandara e Ana Paula Borgo, e amplia a vantagem para seis pontos com 16 a 10, obrigando Bonatto a pedir tempo novamente. Mas o Osasco mantém o bom desempenho, especialmente nas viradas de bola e contra-ataques, administra a folga no placar e fecha a parcial em 25 a 19 e o jogo em 3 a 1.

As maiores pontuadoras do Vôlei Bauru no duelo contra o Vôlei Nestlé/Osasco foram as ponteiras Palacio, com 20 pontos, e Paula Pequeno, com 18, e a central Valquiria, com 11. A maior pontuadora do jogo foi a ponteira Tandara, do Vôlei Nestlé/Osasco, com 27 pontos.

Ao analisar as semifinais diante do Vôlei Nestlé/Osasco, em entrevista ao Sportv, a ponteira Paula Pequeno, do Vôlei Bauru, ressaltou que o time, em momento algum, deixou de acreditar na possibilidade da vaga e se esforçou ao máximo. “Mas elas conseguiram ser mais eficientes e avançaram. Agora teremos um bom chão pela frente a percorrer. Osasco é um time que consegue já manter uma base há muitos anos, e nós tivemos muitas mudanças, e isso acaba fazendo um pouco a diferença. Mas acredito que no decorrer da Superliga, com muito trabalho, vamos amadurecer e melhorarmos como equipe, que é o mais importante. Vamos para frente agora. É vida que segue. Está todo mundo de parabéns, pois todos se esforçaram muito e agora é pensar na Superliga e em melhorar em todos os pontos”, destacou a atleta.


Patrocinadores / Parceiros

Entidades

Torneios

Novo endereço:
Rua Manuel da Nóbrega, 796
Parque Ibirapuera
São Paulo, SP

E-mail: fpv@fpv.com.br

Telefones temporários:
(11) 3889-7302 / 3887-1039
(11) 9 8799-2656 / 9 8799-2706

Copyright © 2014 Federação Paulista de Voleyball - Todos os direitos reservados

Desenvolvimento PWI