14/05/2021

Brasileiro assume a Confederação Sul-Americana de Voleibol

Foto por: Assessoria CSV

Dr. Marco Tullio Teixeira é o novo presidente da entidade

Texto: Márcia Lourenço

 

O Dr. Marco Tullio Teixeira assumiu o comando da Confederação Sul-Americana de Voleibol após a inesperada morte do presidente e líder esportivo colombiano Rafael Lloreda Currea. Membro do Conselho de Administração da FIVB Marco Tullio Teixeira, que desde 2013 é o primeiro vice-presidente da CSV e também da Federação Mineira de Voleibol, assume o cargo para completar o mandato até 2024. Teixeira foi presidente da Comissão de vôlei de praia da CSV, de 1995 a 2003.

O ex-jogador tem uma longa história no voleibol. Atualmente com 59 anos, iniciou sua vida esportiva como atleta de vôlei de praia (1986-1992) e também jogou indoor pelos clubes Fluminense, Flamengo e V.C Varese (1976-1982) no Rio de Janeiro. Marco Tullio participou do FIVB World Tour no Brasil, Itália, França e Espanha, conquistando duas medalhas de ouro (1988 e 1989) e uma de prata (1991). Graduado em Direito e Engenharia, sua carreira como dirigente começou em 1995 e em 1997 tornou-se presidente da Comissão de Vôlei de Praia da FIVB. Em 2014, ele se tornou membro do Conselho de Administração da FIVB. Na mais alta instituição do vôlei mundial, além da Comissão de Vôlei de Praia foi membro da Comissão de Finanças. Também atuou como diretor técnico da Confederação Brasileira de Voleibol, de 2001 a 2017.

Marco Tullio Teixeira possui longa experiência empresarial, pois há 30 anos lidera um sólido grupo automotivo no Brasil, além de sua forte atuação na área de construção civil.

Como entidade reguladora do voleibol sul-americano, a CSV continuará com o objetivo de manter os mais elevados padrões para garantir que o legado e a excelência do esporte sejam observados e disseminados em todo o mundo, além de priorizar o desenvolvimento da modalidade nas 12 Federações Nacionais afiliadas

Nos próximos três anos de sua gestão, Teixeira permanecerá focado na visão da FIVB: fazer do vôlei o entretenimento esportivo familiar número um do mundo.

“O momento é triste pela perda repentina de Lloreda, amigo e líder de todos nós na América do Sul e difícil pela pandemia de Covid 19. Avançamos muito no continente, tanto no vôlei de praia quanto na quadra, e ao mesmo tempo, temos muito trabalho pela frente. Espero contribuir com minha experiência de negócios para o crescimento do nosso esporte. Prometo muita dedicação para continuar com muita responsabilidade esse grande desafio. ”, finaliza Marco Tullio Teixeira.