01/09/2020

Vedacit Vôlei Guarulhos inicia os coletivos no Ginásio da Ponte Grande

Foto por: Duda Bairros

Equipe fará sua estreia dia 11 de setembro pelo Campeonato Paulista 2020

Fonte: Comunicação Vedacit Vôlei Guarulhos - Claudia Alexandre

Guarulhos (SP) - O técnico do Vedacit Vôlei Guarulhos, Guilherme Novaes, abriu a fase intensa de treinos para estreia no Campeonato Paulista, marcada para o dia 11 de setembro, às 19 horas,  na cidade de Campinas, de acordo com o  calendário da Federação Paulista de Voleibol. Os coletivos começaram nesta segunda-feira, dia 31 de agosto, no Ginásio da Ponte Grande, atendendo os protocolos de segurança, por causa da pandemia. Além de higienização do local e superfícies, haverá todos os dias a aferição de temperatura dos atletas  e acompanhamento rigoroso da comissão técnica e preparadores físicos. As atividades seguirão sem a presença da torcida.

De acordo com Novaes, os treinamentos técnicos e táticos são uma progressão dos trabalhos feitos em quadra de areia, na Q9 Beach Sports, que foram realizados no mês de agosto. “A pré-temporada é o momento mais importante de uma equipe. É quando construímos a base sólida de uma pirâmide. Os treinamentos na areia favorecem o ganho de amplitude nos deslocamentos, além de elevar o condicionamento de todos”, disse o técnico.

Estas fases de preparo serão fundamentais para a equipe guarulhense, já que as cinco equipes inscritas no Campeonato Paulista, também se enfrentarão na Superliga Banco do Brasil.  “O Paulista é uma competição de nível elevado. Será uma grande oportunidade para vivenciarmos situações de desconforto e superar todos os obstáculos, o que vai agregar muito para o restante da temporada”, concluiu Novaes.

De acordo com o regulamento da FPV, o Campeonato Paulista 2020 terá um turno único na fase classificatória, com duas semifinais e definição no golden set, que é o set extra usado em caso de empate no segundo jogo. O mesmo esquema acontecerá na final, que terá dois jogos. Participam do campeonato cinco equipes masculinas: Vedacit Vôlei Guarulhos, SEM Taubaté Funvic, Vôlei Renata (Campinas), Sesi-SP e Vôlei UM Itapetininga.

O time do VVG

O time vai contar os estreantes:  Alexandre Figueiredo Elias – Alexandre (líbero). 23 anos, 1,90m; Felipi Johann Rammé – Rammé (ponta). 23 anos, 2,02m; Henrique Adami – Adami (levantador), 23 anos, 1,92m;  Pedro Luiz da Silva Santos – Pedrão (central), 26 anos, 2,04m; Rodrigo Teles – Alemão (oposto), 30 anos, 2,01m.

Os renovados: Deivid Mota Silveira – Deivid (ponta). 32 anos, 1,98m; Geovane Kuhnen – Geovane (central). 20 anos, 2,10m; Gustavo Mendes de Brito – Polegar (central), 21 anos, 2,06m; Luiz Felipe Pantaleão – Pantaleão (ponta), 22 anos, 1,94m; Mathaus Wojtylla Mesquita Campos – Mathaus (levantador), 20 anos, 1,94m; Sandro Barbalho de Carvalho – Sandro (levantador e Capitão), 39 anos, 1,87m; Thiago Soares Alves – Thiago Alves (ponta), 34 anos, 1,94m e Vanderson Vicher Araujo Malta – Vanderson (líbero), 25 anos, 1,75m.

Comissão técnica será mantida com Claudio Zezza (fisioterapeuta); João Ricardo (assistente técnico); Rafael Roca Mora (preparador físico) e Daniel Jorge (supervisor técnico).

 

Sobre o Vedacit Vôlei Guarulhos - @voleiguarulhos

A equipe profissional de vôlei masculino Vedacit Vôlei Guarulhos, depois de liderar a temporada da Superliga B 2020, conquistou a primeira vaga para a Superliga Banco do Brasil (ex- Superliga A), principal categoria do Vôlei nacional, por deliberação da CBV. A temporada foi encerrada antecipadamente, durante as quartas de final, por causa da pandemia do novo coronavírus. A sede da equipe é a cidade de Guarulhos, Grande São Paulo, que tem aproximadamente 1,4 milhão de habitantes. O Vedacit Vôlei Guarulhos trabalha com categorias de base Sub 19 e Sub 21, que visa fortalecer o desenvolvimento da modalidade na cidade e no Brasil.

Na área social mantém o Projeto Vôlei do Bem com ações beneficentes e educativas com as comunidades em situação de vulnerabilidade nas periferias da cidade de Guarlhos, visando especialmente jovens e suas famílias.