07/08/2019

Pinheiros realiza apresentação oficial de sua equipe de vôlei para a temporada 2019/2020

Foto por: Daniel Vorley/ECP

Com seis novos reforços e apostando em atletas jovens, o Clube espera fazer uma boa campanha nesta temporada

Fonte: Érica Brito / Amanda Neco – Assessoria de Imprensa do EC Pinheiros

São Paulo (SP) – No último dia 29 (Julho), o Esporte Clube Pinheiros fez a apresentação oficial de sua equipe feminina de vôlei para a temporada 2019/2020. Durante o evento o time passou por um media training (treinamento de imprensa) e seção de fotos, além de receber as boas-vindas de membros da Diretoria do Clube e Patrocinadores da modalidade. E dando continuidade à programação, o elenco que continua sobre o comando do técnico Sérgio Negrão, também aproveitou a ocasião para atender a imprensa e falar sobre as expectativas para esta nova campanha.

O Pinheiros que tem tradição no principal campeonato nacional de vôlei, tendo participado de todas as edições da Superliga, desde a primeira realizada em 1976, na temporada passada acabou tendo alguns percalços que prejudicaram o desempenho do time que acabou ficando na nona colocação. Para a 2019/2020 o time manteve boa parte do elenco e se reforçou com seis novas contratações. Além disso, contará também com atletas que subiram da base, algumas que já atuaram na última temporada e outras que se juntaram agora.

“A revelação de novos talentos está no próprio DNA do Clube, ele tem esta vocação. Nomes hoje consagrados já passaram pelas quadras do Pinheiros: Fernanda Garay, Fabíola, Macris, várias jogadoras. E esta vocação a gente espera fazer com bastante competência nesta temporada, temos bastante atletas jovens com perfis muito interessantes e que juntas com as mais experientes vão dar a composição certa de um grande resultado. É claro que precisamos ter sorte, o ano passado tivemos alguns reveses como uma gravidez, outra atleta com apendicite, que influenciaram consideravelmente. Não tendo estes mesmos problemas, eu acredito em uma temporada melhor”, avalia o técnico Sérgio Negrão.

A Experiência das Veteranas

Tendo renovado com o Clube para mais uma temporada, a ponteira Clarisse Peixoto, de 32 anos, que é uma das veteranas do grupo, terá um desafio a mais na temporada, assumindo também o papel de capitã da equipe.

“Eu acho que a minha expectativa e o meu principal desafio é passar um pouco da minha experiência. Eu como uma jogadora que já jogou fora do país, que já teve passagem por muitas equipes, espero poder conseguir passar esta experiência e segurança, principalmente para as meninas da base, que estão em transição. Espero poder ajudar no amadurecimento na quadra e fora dela”, comenta Clarisse.

A capitã ainda completa que ter uma equipe mais jovem tem um lado bem positivo, pois acredita que as atletas mais novas estão sempre mais abertas e dispostas a aprender e agregar ao grupo.

A Energia da Base

Lorrayna da Silva, que em 2018/2019 já fez parte da equipe, atuará novamente com as adultas nesta temporada. Ela chama a atenção para a “dobra” de muitas meninas que vão atuar neste período tanto pelo time juvenil, quanto pelo principal e que a ajuda das veteranas nesta fase é fundamental.

“Estarmos mais próximas delas e saber que elas podem contar com a gente e nós também podemos contar com elas é muito gratificante. Praticamente as titulares do juvenil estão dobrando e isso ajuda muito, pois a gente acaba ficando mais tempo com o adulto do que com o juvenil. Este já é o meu quarto ano de Pinheiros e a responsabilidade aumenta cada vez mais, pois querendo ou não, o que precisamos fazer no adulto, tem que ser bem melhor do que fazemos no juvenil. E é sempre um espelho para a gente, estar do lado delas. É uma oportunidade muito grande e temos que saber aproveitar”.

De volta as origens

Um dos reforços contratados para esta temporada, Saraelen Lima, é uma filha que “a casa torna”. A central que na última temporada jogou pelo Sesi-SP teve parte da sua base desenvolvida no Pinheiros, tendo representado o Clube entre os anos de 2010 e 2013. Hoje com 25 anos, ela conta que chegou a fazer alguns jogos com a equipe adulta quando ainda atuava com o juvenil pinheirense e que o técnico da base na época, também exercia a função de auxiliar do time adulto e ela acredita que este intercâmbio é muito válido para o crescimento de um atleta.

A central diz estrar ansiosa para o Campeonato Paulista, que abrirá a temporada para o time e aposta que o segredo está em divertir-se dentro de quadra.

“O grupo me recebeu muito bem e as coisas vão fluir naturalmente. É um time muito novo, a mais velha tem 32 anos, então é muito divertido dentro de quadra, acho isso importante. É um local de trabalho, mas quando você faz com alegria e com amor tanto dentro, quanto fora da quadra, quando sabe aproveitar, é bom. É compartilhar momentos e experiências. Acho que agora é aprimorar a técnica para na hora das competições ter leveza de fazer o que é pedido. Eu sou meio, então sou a operário e não a rainha (brinca a atleta). Prefiro somar sempre que possível, melhorar a coletividade dentro e fora da quadra, acho que este é o xeque-mate de qualquer equipe. Formar time é fácil, o difícil é formar equipe. O ideal é você somar e saber que é importante, mas querer sempre mais”, avalia Saraelen.  

Colgate e Hummel em mais uma temporada

Para esta temporada a equipe de vôlei feminino do Pinheiros continua contando com o apoio de dois parceiros: a marca esportiva de origem dinamarquesa, Hummel, que passou a vestir as equipes pinheirenses (vôlei, handebol e basquete) na temporada 18/19, e a Colgate, marca de produtos de higiene oral e saúde bucal, que também se uniu as meninas do vôlei na campanha de 17/18.

Paula Tommasini, Diretora de Comunicação e Mídia da Colgate, reforça a importância da parceria com o Pinheiros. “A Colgate investe constantemente em pesquisas e inovação, e preza pela saúde e pelo bem-estar das pessoas. Nós acreditamos que todas as pessoas merecem um futuro e motivos para sorrir. Assim, atuar ao lado de um clube que se dedica à formação de atletas, e contribui para a concretização de sonhos vai ao encontro da proposta da nossa marca.”

O vôlei feminino do Esporte Clube Pinheiros, já realizou dois amistosos com a nova formação, contra a equipe do Azerbaijão, que está se preparando para o Pré-Olímpico dos Jogos de Tóquio. O time fará sua estreia oficial na temporada com a Copa São Paulo, com o primeiro jogo estando programado para o dia 16 de agosto, no ginásio do Pinheiros a partir das 18h, contra a equipe do São Cristóvão Saúde / SCS.

As expectativas de toda a equipe são boas e o técnico pinheirense Sérgio Negrão reforça que acredita em todas as peças do elenco e que ninguém tem “lugar cativo” como titular.

“Minha forma de trabalho é tentar ser o mais justo possível e transparente. O que eu asseguro para todo mundo é que independente de idade, se está começando agora ou não, que a melhor é quem vai jogar. Então quem é experiente não pode bobear, porque tem uma novinha no calcanhar, e a novinha tem em quem se espelhar, pois sabe onde pode chegar. Esta competição por si só já é muito saldável, desde que feita de forma justa e competente, acaba favorecendo todo mundo. Tanto as mais velhas que não podem se acomodar, quanto as mais novas que tem um caminho a percorrer”, conclui Negrão.

Confira a lista da equipe para a temporada 2019/2020:

 

Atletas que permaneceram no time

Camila Barbosa Monteiro (Central)

Clarisse Benício Peixoto (Ponteira)

Juliana Cardoso Perdigão (Líbero)

Letícia Hemelly Gomes (Líbero)

Lorena Giovana Viezel (Central)

Lorrayna Marys da Silva (Oposta)

Lyara Batista Medeiros (Levantadora)

Natalia Pereira Danielski (Ponteira)

 

Atletas vindas da base

Daniela Seibt (Central)

Kenya Malachias (Levantadora)

Atletas contratadas

Edinara Brancher (Oposta)

Erica Pivetta Adachi (Levantadora)

Isabela da Silveira Paquiardi (Ponteira)

Karina Barbosa de Souza (Ponteira)

Priscila Souza de Jesus (Ponteira)

Saraelen Leandro Ferreira Lima (Central)